Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana Aberta a Submissão de Trabalhos

Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana Aberta a Submissão de Trabalhos

A revista está no ar, embora ainda em processo de readequação ao novo sítio. No entanto, estamos aceitando manuscritos para publicação.
 
Acesse a página da REVSBAU e submeta seu trabalho para publicação.
 
A RevSbau admite artigos originais (em português, espanhol e inglês) de contribuição científica relacionados à pesquisas aplicadas, métodos, procedimentos técnicos e inovações tecnológicas relacionados à Floresta Urbana, notadamente nas seguintes linhas de pesquisa:

Silvicultura Urbana: produção de mudas destinadas à arborização, avaliação de plantios e influências ambientais, manutenção da arborização, nutrição de árvores urbanas, análise e manejo de risco, técnicas e análise da poda, controle de pragas e doenças de árvores no contexto da arborização, solo urbano e suas modificações, dentre outros.

Ecologia Urbana: diversidade de espécies, infraestrutura urbana, relações entre fauna e flora urbana, contribuição da floresta urbana no manejo dos recursos hídricos, clima e microclima urbano, estudos da ecologia da paisagem urbana, dentre outros.

Percepção Ambiental Urbana: análise das preferências da população em relação a diferentes aspectos da floresta urbana.

Paisagismo e Paisagem Urbana: formas de composição da arborização e dos canteiros das calçadas, contribuição estética das árvores e dos remanescentes florestais, alterações do padrão estético das árvores, paisagismo aplicado em parques e praças, dentre outros.

Planejamento e Gestão Florestal Urbana: inventário florestal urbano, planos diretores da arborização urbana e do sistema de áreas verdes urbanas, gerenciamento ou monitoramento das atividades de plantio e de poda, gerenciamento dos resíduos da arborização, gerenciamento das interações entre forração dos canteiros e as árvores, dentre outros.

Desta forma, a revista tem por objetivo divulgar o desenvolvimento da ciência voltada aos aspectos urbanos da qualidade de vida e das práticas relacionadas que envolvem a interação entre a vegetação, pessoas e estruturas urbanas.

0 Comment