Ipês-roxos desabrocham em Porto Alegre com “veranico de julho”

Ipês-roxos desabrocham em Porto Alegre com “veranico de julho”

Do zhclicrbs

Ainda que a primavera esteja a mais de um mês de começar, o calor fora de época dos últimos dias deixou as árvores de Porto Alegre mais floridas. Quem passa pelas ruas da Capital pode ter notado que o colorido deixou a cidade mais charmosa, mas o fenômeno pode esconder um desequilíbrio ambiental.

As flores deveriam desabrochar somente a partir do início da primavera — que inicia em 23 de setembro. No entanto, o clima quente em pleno inverno pode acelerar o desenvolvimento das plantas.

O aumento da temperatura é o principal fator. O calor em dias seguidos e fora de época pode antecipar a floração — afirma o biólogo Jairo Schmitt, doutor em botânica e pesquisador da Universidade Feevale.

Schimitt explica que a mudança no comportamento das plantas é uma tendência. Segundo ele, é bem provável que esse fenômeno seja presenciado pelos porto-alegrenses nos próximos anos, pois “é uma resposta às alterações climáticas locais e globais”. De acordo com o pesquisador, a floração antecipada pode prejudicar a proliferação dos vegetais, o que pode gerar uma primavera menos florida:

Pode levar a um descompasso com os agentes polinizadores, que não estão presentes nessa floração adiantada. E isso afeta a reprodução dessas flores.

Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

0 Comment